Remédios para Prisão de Ventre, Nomes, (Tratamento)

Nesses tempos atuais, as ofertas em alimentos sintetizados com baixo teor nutricional tem tomado conta dos lares, dando-se mais importância para o sabor do que para as qualidades desses alimentos.

Tudo isso, cedo ou tarde, traz comprometimentos ao organismo, começando pelo aparelho gastrointestinal e, a partir daí afetando também outros órgãos do corpo.

Entre as muitas complicações que uma alimentação errada oferecer está  Constipação, impedindo a defecação e promovendo a intoxicação do organismo e com ela outros males.

Sabendo disso, vamos comentar um pouco sobre esse desconforto que pode ser passageiro ou se tornar crônico. Além disso, vamos mostrar algumas opções em medicação com remédio laxante para acabar de vez com a prisão de ventre que os médicos costumam recomendar.

O que é Constipação

Também conhecida como Prisão de Ventre ou Obstipação, a Constipação se caracteriza pela dificuldade para defecar quando o bolo fecal é retido no intestino grosso.

Essa complicação intestinal é a grande responsável por ocorrerem as hemorroidas, intoxicação do organismo, inflamações no abdômen e outros problemas que de alguma forma contribuem para a falta de saúde do indivíduo.

Na grande maioria dos casos, a causa para a Constipação é a falta de uma alimentação rica em fibras alimentares saudáveis. Em nossos dias com tantas ofertas em alimentos processados, fica fácil entender porque tanta gente sofre com a prisão de ventre.

Causas do Intestino preso

Em geral o intestino preso acontece por conta de resíduos de fezes que se movimentam muito lentamente no trato digestivo e isso, faz com que as fezes se tornem ressecadas.

Isso acontece facilmente quando as fibras alimentares saudáveis são deixadas fora da alimentação ao optar-se pelos alimentos industrializados com poucos nutrientes saudáveis.

Porém, quando se trata de situações crônicas as causas são mais variadas, tais como:

  •  Fissura anal,
  • Câncer de cólon,
  • Obstrução intestinal,
  • Câncer retal,
  • Retocele,
  • Estreitamento do cólon,
  • Tumores na região abdominal que causam pressão sobre o cólon comprometendo a evacuação,
  • Problemas neurológicos variados,
  • Problemas na musculação abdominal,
  • entre outras causas.

Sintomas Observados

Entre os sintomas que caracterizam a prisão de ventre podemos destacar:

  • Esforço durante a evacuação,
  • Fezes endurecidas além do que é normal,
  • Dificuldades para evacuar por completo,
  • Evacuar não mais do que 2 vezes dentro de 7 dias,
  • Vômitos,
  • Inchaço ou dor na região do abdômen.

Remédio Dulcolax

Dulcolax é um dos remédios para Prisão de Ventre bastante recomendado pelos médicos.

Além disso, esse medicamento pode preparar o paciente para alguns tipos de exames e/ou para preparar para intervenções cirúrgicas, pois ele é muito eficaz para soltar o intestino liberando as fezes.

 

Substância ativa nesse medicamento – cada comprimido (drágea) de Dulcolax contém 5,0 mg de Bisacodil.

Como usar esse medicamento 

  • Adultos e crianças acima de 10 anos – a recomendação é de 1 a 2 drágeas dependendo da gravidade do problema,
  • Crianças de 4 anos a 10 anos de idade – a recomendação é de 1 drágea de Dulcolax ao dia.

Esse medicamento deve ser ingerido inteiro com um pouco de água, preferencialmente no período da noite para preparar o intestino para a defecação pela manhã.

Efeitos adversos desse medicamento – entre os efeitos adversos mais comuns que o Dulcolax pode apresentar estão:

  • Cóilicas abdominais,
  • Dor abdominal,
  • Náuseas,
  • Diarreia.

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para pessoas com o Íleon Paralítico (o intestino para de funcionar),
  • Para pessoas com obstrução intestinal,
  • Para pessoas com complicações inflamatórias como apendicite, náuseas e vômitos que podem representar uma doença mais grave,
  • Para pessoas com desidratação grave,
  • Para pessoas alérgicas à fórmula desse medicamento.

Valor desse medicamento – a embalagem com 20 drágeas de Dulcolax tem um valor aproximado de R$ 12,00 reais.

Remédio Leite de Magnésia Phillips

Outra alternativa entre os remédios para Prisão de Ventre, o Leite de Magnésia Phillips é conhecido já há muitos anos funcionando como laxante para combater a constipação e favorecer a desintoxicação do organismo.

Esse medicamento também é um anti-ácido e, por isso, também é eficaz para combater a azia e outras complicações do aparelho digestivo.

Substância ativa nesse medicamento – cada ml desse medicamento contém 85,5 mg de Hidróxido de Magnésio.

Como usar esse medicamento – como laxante, esse medicamento deve ser usado da seguinte forma:

  • Adultos – ingerir entre 30 ml a 60 ml do medicamento por dia,
  • Crianças entre 6 anos de idade e 11 anos de idade – ingerir entre 15 ml a 30 ml por dia,
  • Crianças entre os 2 anos de idade até 5 anos de idade – ingerir 5 ml do medicamento até 3 vezes ao dia.

Como laxante, o Leite de Magnésia não deve ser utilizado por mais de 3 dias consecutivos.

Efeitos adversos desse medicamento – quando ingerido na forma errada com excessos no medicamento, o Leite de Magnésia pode provocar diarreia e dores abdominais.

Valor desse medicamento – a embalagem com 120 ml de Leite de Magnésia Phillips tem um valor aproximado de R$ 12,00 reais.

Remédio Minilax

Minilax é mais um medicamento encontrado nas farmácias que é recomendado como laxante utilizado por via retal, sendo muito eficaz para tratar da prisão de ventre.

Além disso, esse medicamento pode ser recomendado para pacientes no período pós-cirúrgico ou para as mulheres após o parto.

Substância ativa nesse medicamento – Cada grama de Minilax contém:

  • 714 mg de Sorbitol,
  • 7,70 mg de Laurilsulfato de Sódio.

Como usar esse medicamento – a dose para esse medicamento é mais específica de acordo com a gravidade da constipação. O medicamento é aplicado com a cânula via retal.

Atenção – esse medicamento não deve ser usado por pessoas com hemorroidas graves.

Valor desse medicamento – a embalagem com 7 bisnagas de Minilax tem um valor aproximado de R$ 37,00 reais.

Supositórios para Bebê

Para combater a prisão de ventre em bebês, o conselho é buscar pelas opções em supositórios. Este tipo de medicamento quando inserido na cavidade anal do bebê de forma correta, causa menos transtornos e uma melhora rápida.

Por se tratar de uma criança, esta não sabe como agir quando recebe um medicamento oral. Com isso, a tendência é logo rejeitá-lo ainda antes de chegar ao estômago, perdendo todo o seu efeito.

Então, para facilitar o tratamento, podemos buscar pelas opções desse medicamento na farmácia, mas nunca antes de aconselhar-se com o pediatra.

Algumas das opções para esse medicamento:

Glicel, Glicerol 0,831 g

Glicel é um medicamento de uso retal que age atraindo a água para as fezes. Com isso, favorece o amolecimento das fezes e favorece a evacuação.

Substância ativa nesse medicamento – cada supositório contém 0,831 g de Glicerol.

Como usar esse medicamento – em geral, a indicação médica é de 1 supositório ao dia. É importante atentar para a maneira de introduzir o supositório na cavidade anal do bebê, sempre pela parte mais afilada.

Após a introdução do lado mais afilado, segure com a ponta dos dedos a outra extremidade até que o fluxo fecal seja alcançado. Em geral, o medicamento age muito rápido, alguns minutos apenas, depois de introduzido no ânus.

Efeitos adversos – apesar de serem raros, podem surgir alguns efeitos adversos com o uso desse medicamento, tais como:

  • Desconforto na região retal, (por isso, é importante ter cuidado no momento de introduzi-lo),
  • Cólicas intestinais,
  • Diarreia, por conta do amolecimento exagerado das fezes,
  • Gases.

Atenção – no momento de fazer o tratamento, é importante ter cuidado com a higiene das mãos e com o manuseio do supositório, pois ele pode se romper facilmente.

Valor desse medicamento – a embalagem com 6 supositórios tem um valor aproximado de R$ 8,00 reais.

Supositório de Glicerina Granado

O supositório de Glicerina da Granado é mais uma das boas opções em medicamento para bebês que é bastante recomendado para tratar da prisão de ventre.

Substância ativa nesse medicamento – esse medicamento contém Glicerol.

Como usar o medicamento – em geral, a recomendação médica é de 1 supositório ao dia. Deve-se introduzir o supositório no orifício anal pela parte mais plana e segura a outra extremidade até que o efeito do medicamento comece a acontecer.

É muito comum os efeitos começarem a surgir, após alguns minutos da administração do medicamento.

Efeitos adversos desse medicamento 

  • Desconforto e alguma irritação no reto,
  • Ardência na região retal.

Valor desse medicamento – a embalagem com 12 supositórios tem um valor aproximado de R$ 17,00 reais.

Remédio para Prisão de Ventre em Gestante

É muito comum a gestante sofrer com a prisão de ventre e para evitar, é importante ingerir muita água. Mas quando o problema é mais severo, melhor é buscar por um medicamento específico.

Luftal

Luftal é um medicamento bastante recomendado para combater os gases intestinais e consequentemente a prisão de ventre. Para favorecer no tratamento, melhor é usar o medicamento na forma de gotas.

Substância ativa nesse medicamento – cada ml do medicamento contém 75 mg de Simeticona.

Como usar o medicamento – em geral, a recomendação médica é de 13 gotas do medicamento ingeridas 3 vezes ao dia, gotejadas diretamente sobre a língua ou misturadas com um pouco de água.

Atenção – por se tratar de mulheres gestantes, é imprescindível que se busque pela orientação do ginecologista antes de fazer uso desse medicamento.

Valor desse medicamento – a embalagem com 15 ml de Luftal tem um valor aproximado de R$ 25,00 reais.

Remédio para Prisão de Ventre em Idosos

Quando se trata de combater a prisão de ventre em pessoas idosas, mais do que nunca é melhor optar por um medicamento mais natural que ofereça menos contra-indicações.

Óleo de Rícino

Conhecido já de muitos anos, Óleo de Rícino, extraído da Mamona oferece muitas vantagens, entre elas, servir como laxante. Sua ação pode ser considerada rápida e, por isso, ele pode ser contado entre as melhores opções como medicamento para prisão de ventre.

Como usar o medicamento – em geral, a recomendação médica é de 1 colher (sopa) ao dia, preferencialmente em jejum. Os efeitos começam a surgir após 1 hora da ingestão.

Efeitos adversos – apesar das vantagens que o Óleo de Rícino tem para oferecer, é importante seguir a recomendação médica. Ingerido em excesso ele pode causar reações como:

  • Náuseas,
  • Vômitos,
  • Efeito purgativo muito severo.

Contra-indicações – o Óleo de Rícino é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Para pessoas com inflamação intestinal,
  • Para pessoas portadoras da Doença de Crohn,
  • Para pessoas com Colite Ulcerativa,
  • Para pessoas com obstrução intestinal crônica.

Valor desse médicamento – a embalagem com 30 ml de Óleo de Rícino tem um valor aproximado de R$ 12,00 reais.

Laxantes Naturais que funcionam mesmo

Sempre que possível, buscar por soluções naturais para combater a prisão de ventre é mais vantajoso. Entre as opções que de fato favorecem nos tratamentos estão:

  • Água pura – beba pelo menos 2 litros de água ao dia, sempre nos intervalos das refeições. Esse líquido precioso tanto previne como combate a prisão de ventre.
  • Chá de Sene – esse tipo de chá apresenta uma ação laxante muito parecida com a ação de medicamentos de origem química.

Como usar – prepare o chá com 1 copo de água e 1 colher (sopa) da erva seca. Ferva a água e depois adicione a erva para agir por infusão e então, beba assim que for possível.

Beba o chá apenas 1 vez ao dia e não prolongue o tratamento por mais de 10 dias.

Frutas que Soltam o Intestino

  • Mamão maduro – além de alimentar com saúde, o mamão favorece diretamente no trânsito intestinal. Por isso, aproveite para inseri-lo em sua alimentação e, nesse caso, basta ingerir uma fatia ou duas preferencialmente pela manhã em jejum.
  • Suco de Beterraba com Laranja – nesse caso, basta dispor de 1 beterraba pequena crua e mais 1 copo de suco natural de laranja, Bata no liquidificador e beba em seguida.
  • Ameixas – tanto a fruta fresca como a desidratada é excelente para soltar o intestino. Por conta disso, basta ingerir a fruta fresca naturalmente ou então no caso de optar por frutas desidratadas, aquelas que não contém açúcar, são as melhores.
  • Abacate maduro – além de ser um poderoso alimento, o abacate também contribui para o melhor funcionamento do intestino. Basta ingerir a fruta naturalmente, sem a adição de açúcar.
Leia também: