Tudo sobre Alopecia Cicatricial, Como Tratar

Perda de cabelos no ser humano pode ser considerado algo muito normal, desde que não aconteça com grande intensidade ou de forma mais repentina e essas perdas estão por vezes associadas a problemas de saúde bem variados.

Mas o que preocupa de fato é quando essa perda de cabelos é irreversível, como acontece quando ocorre a Alopecia Cicatricial, uma doença que afeta o couro cabeludo fazendo com que o indivíduo perca uma grande parte, senão todos os cabelos da cabeça.

Sobre esse assunto, vamos tecer alguns comentários e procurar deixar o amigo leitor mais informado sobre essa doença enquanto que aproveitamos para também citar as opções em tratamentos para tentar inibir essa doença para amenizar os sintomas.

O que é, Tipos

A Alopecia denominada de Cicatricial é um dos tipos mais raros para esse tipo de doença que pode ocorrer tanto em homens como em mulheres de todas as idades, incluindo as crianças. Falando dessa doença, os danos causados ao couro cabeludo, quando não tratada com urgência, podem ser irreversíveis e, por isso, é importante ficar atento e buscar por ajuda médica, tão logo os primeiros sintomas da doença comecem a se manifestar.

Essa doença pode ser classificada em 2 tipos, são eles:

Alopecia do tipo Cicatricial Primária – esse tipo da doença pode ser causada por doenças congênitas e autoimunes ou também por processo inflamatórios e infecciosos. Doenças como a Diabetes, Celulite dissecante do couro cabeludo, Foliculite queloidiana, Lúpus eritematoso discoide, entre outras podem contribuir para essa doença também.

Alopecia do tipo Cicatricial Secundária – esse tipo da doença está relacionada a queimaduras, produtos químicos, traumas, infecções bacterianas ou infecções fúngicas, tumores ou doenças dermatológicas, entre outras complicações. Essas complicações atacam os folículos e em algumas situações mais graves, tornam os danos irreversíveis, especialmente quando se trata das queimaduras.

Quais as Causas

Como já citamos acima, as principais causas para que aconteça essa doença no couro cabeludo são as doenças congênitas e autoimunes como a Diabetes, Lúpus, Foliculite Queloidiana, Celulite dissecante do couro cabeludo, acidentes com queimaduras, produtos químicos, traumas, infecções fúngicas ou bacterianas, entre outras causas.

Sintomas Apresentados

Entre os sintomas mais comuns que apontam para a doença da Alopecia do tipo Cicatricial podemos citar:

  • Queda dos cabelos,
  • Coceira na cabeça,
  • Sensibilidade no couro cabeludo,
  • Ardência,
  • Vermelhidão,
  • Formação de pústulas sobre o couro cabeludo.

Como Diagnosticar

Obter um diagnostico precoce é primordial para o sucesso nos tratamentos contra a Alopecia Cicatricial. Nesse caso, a visita a um especialista como é o caso de um Tricologista experiente poderá garantir um diagnóstico prévio apenas ao observar o paciente, mas mesmo assim, é importante que se recolha material para uma biópsia para que se faça a confirmação com garantia do que está acontecendo.

Com isso, através de um diagnóstico seguro, também se torna mais fácil elaborar um plano de tratamento para dar toda a sustentação ao paciente.

Sabendo disso, se acaso alguém desconfiar que está com essa doença devido à perda de cabelos, é importante não perder tempo e buscar logo por uma ajuda médica para se fazer sem perda de tempo os exames para se alcançar o diagnóstico preciso do problema. Lembramos mais uma vez de que, se a doença é tratada assim que se manifestam os primeiros sintomas, é mais fácil resolver o problema.

Tem Cura?

Se isso serve de consolo, podemos dizer que até existem chances de cura, pelo menos uma cura parcial da doença, mas somente se ela for detectada ainda em estágio precoce antes de ocorrer a destruição dos folículos pilosebáceos. Nessa situação, o problema poderá ser contornado com o uso de medicamentos específicos a base de antibióticos ou anti-inflamatórios que o médico deverá recomendar, porém, ainda assim, eles só conseguem controlar a doença.

Com um pouco de sorte, a Alopecia Cicatricial pode ser inibida e deixar de evoluir. Se isso acontecer, os danos serão menores, porém, se isso não acontecer, mesmo com os medicamentos, a solução ficará por conta de uma intervenção cirúrgica apenas para controlar o desconforto estético, pois os cabelos não voltarão mais.

Tratamentos Recomendados

Quando a doença é diagnosticada assim que surgem os primeiros sintomas e o tratamento também é iniciado rapidamente, ou seja, antes ainda de ocorrer a destruição total dos folículos pilo sebáceos, a alopecia cicatricial pode ser tratada com medicamentos a base de antibióticos, anti-inflamatórios, ou mesmo os corticosteroides. Esses medicamentos podem impedir que a doença avance até os estágios mais severos quando a perda dos cabelos se torna irreversível. 

Ainda no caso do diagnóstico ser tardio, quando é constatado os danos destrutivos  nos folículos pilosebáceos, mesmo assim, será necessário realizar o tratamento com os medicamentos específicos para impedir que a doença evolua. Porém é apenas depois que ocorre uma estabilização do quadro da doença, um período que poderá levar até 2 anos quando a doença deixou de evoluir é que o paciente poderá se submeter a intervenções cirúrgicas, seja um implante capilar ou algum outro procedimento para reverter a situação pelo menos para melhorar a estética perdida pela perda dos cabelos.

Mesmo com esse tratamento todo, ainda existirá a possibilidade de a doença se manifestar outras vezes, pois esses medicamentos todos, não curam a doença, apenas a controlam evitando que ela progrida.

Por causa disso, o paciente precisará ser avaliado de tempos em tempos pelo seu médico para saber como está o seu estado de saúde no que diz respeito a essa doença.

 

Leia também: